Olá!

Tem muitos candidatos na sua vaga e está sur-tan-do porque tem que triar cada currículo manualmente?

Seus problemas acabaram!
Vou te mostrar como utilizar os testes para fazer a triagem de candidatos de forma automática, agilizando o seu processo seletivo e melhorando a qualidade do recrutamento.

Criar uma esteira de testes é a melhor forma de avaliar os conhecimentos dos seus candidatos sem ter que olhar o CV de um por um e escolher os melhores.
Para isso, precisamos inserir o teste nas fases da sua vaga de forma inteligente. Isso vai fazer com que a esteira faça a parte mais pesada do seu trabalho na hora de selecionar os candidatos. 

Vou te mostrar como fazer!

O Kenoby já tem três fases que são padrão do sistema: as fases "Inscrição Inicial", "Triados" e "Contratados". Além disso, você pode criar novas fases de acordo com a sua estratégia de R&S. Vou mostrar a você como utilizar essas fases:

1 - Inscrição Inicial (Fase Padrão)
Essa é a primeira fase. Qualquer candidato que venha da sua página de carreiras vai passar por ela.
Nessa fase, para obter uma melhor experiência para o candidato, a melhor opção é inserir um "teste validador", com 5 ou 6 perguntas fechadas como: 

  • tem disponibilidade para mudança de cidade? - o candidato deve marcar "sim" ou "não"
  • Qual sua pretensão salarial? - dar algumas opções (melhor marcar múltipla escolha com peso, caso tenha mais de uma resposta certa)

  • Qual seu nível de conhecimento em excel? - deve ser configurada como a questão anterior
  • Possui veículo próprio e CNH? - também, uma pergunta de resposta "sim" ou "não"

Esses são só alguns exemplos, mas é importante que todas elas sejam fechadas para que possamos configurar o avanço automático.

2 - Triados (Fase Padrão)
Para esta fase, indicamos que você configure testes de múltipla escolha. Você pode inserir, por exemplo, um teste de "Fit Cultural" que você pode criar na própria plataforma com perguntas sobre a cultura de sua empresa para saber se o candidato se encaixa nela.

Falamos para você inserir esse teste na fase triados porque, mesmo o candidato sendo muito bom no quesito técnico, caso ele não se enquadre na cultura da empresa, poderá não se adequar à sua empresa.

3 - Testes Técnicos
Essa fase é exatamente para você testar alguns conhecimentos que o candidato deve possuir para preencher a vaga. Bons exemplos de testes a serem utilizados nessa fase são testes de excel, access e qualquer outra ferramenta que o candidato utilizará no dia-a-dia.

Configurando o avanço automático

Para que a esteira funcione de forma automática, você precisa configurar o teste na vaga, aplicando uma nota mínima de corte e avanço automático.
Para isso, você vai acessar a página de edição da vaga e ir ao campo testes:

A plataforma disponibiliza uma nota mínima de 60% como padrão, mas isso pode ser alterado de acordo com a sua estratégia. Com o avanço automático marcado, caso o candidato tenha acertos iguais ou superiores a essa nota, ele passará automaticamente para a próxima fase sem a necessidade de correção manual.

Caso haja mais de um teste na fase, e você configura notas de corte para todos eles, o candidato tem que alcançar aquela nota em todos os testes para avançar automaticamente. Caso ele tenha ao menos uma nota abaixo da nota de corte estipulada, esse avanço automático não acontecerá, pois, não é feita uma média das notas para avanço, mas sim, contada a nota de um a um.

É importante lembrar que nenhum candidato é eliminado automaticamente do seu processo por falhar nos testes! Não atingindo a nota mínima, seus candidato apenas não avançarão de fase automaticamente, mas você ainda poderá fazer uma "repescagem" com os que ficarem pra trás!

Incompatibilização automática

Caso queira incompatibilizá-los automaticamente, basta marcar a opção de "Feedback", assim ele será incompatibilizado com o motivo "Não atingiu a nota de corte".
Vale lembrar que, se o teste possui pergunta eliminatória, e o candidato errar essa pergunta, ele também será incompatibilizado automaticamente.


Seguindo todas essas dicas, sua esteira ficaria assim:

Isso significa que teríamos um sistema de triagem super assertivo baseado nos pré-requisitos da vaga e habilidades dos candidatos! Incrível, né? A partir disso é só pegar a short list que será gerada e iniciar as fases mais manuais, que normalmente incluem entrevistas, dinâmicas e cases de trabalho.

Prontinho, agora você já sabe o essencial para configurar seus testes nas vagas. Se você precisar de ajuda sobre a visão estratégica, consulte o CS da sua conta. 

Até a próxima!


Encontrou a sua resposta?